22/ago/2017

UFPI articula implantação de mestrado profissional em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia

O superintendente da Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (Fadex), Prof. Dr. Lívio Nunes, se reuniu nesta segunda-feira (21), com a coordenadora do Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Piauí (Nintec/UFPI), Profa. Dra. Rita Chaves, para discutir a implantação do Mestrado Profissional em Gestão da Propriedade Intelectual e Transferência para a Inovação (Profnit) no ambito da UFPI.

Coordenador e vice-coordenadora do mestrado discutem como será a implantação do curso na UFPI

O curso faz parte das ações empreendidas pela associação nacional Fórum de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec) e é dedicado ao aprimoramento da formação profissional para atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e nos Ambientes Promotores de Inovação nos diversos setores acadêmico, empresarial, governamental, organizações sociais, etc.

De acordo com o superintendente da Fadex, que esteve na semana passada na Bahia, participando do I Congresso Internacional do Profnit, o curso, stricto sensu, deverá iniciar no primeiro semestre de 2018 e o edital deverá ser lançado ainda este ano. “Estive reunido com o Prof. Dr. Josealdo Tonholo, membro da Comissão Acadêmica Nacional (CAN) e do Conselho Gestor do Profnit, para discutir a implantação do mestrado na UFPI. A Comissão Acadêmica Nacional (CAN) já aprovou a proposta da universidade, o que nos deixa muito satisfeitos. Agora estamos aguardando os trâmites legais que antecedem a implantação do mestrado”, informou o Lívio Nunes, que será coordenador do curso.

Participantes do I Congresso Internacional do Profnit

A coordenadora do  Nintec explicou que o Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação é uma iniciativa do Fortec. “O curso é o mesmo em todo o território nacional, com a mesma grade curricular e professores capacitados para as disciplinas que irão ministrar. A forma de seleção também é a mesma em todo o país. Os alunos da  não pagam mensalidade e os professores não recebem pró-labore. É uma pós-graduação co-financiada pelo Governo Federal”, afirmou Rita Chaves, vice-coordenadora do mestrado profissional na UFPI.

Professores comemoram a implantação do mestrado em propriedade intelectual, inovação e transferência de tecnologia

Lívio Nunes ressaltou que o mestrado é destinado à formação de agentes multiplicadores e pesquisadores na área de Propriedade Intelectual, Transferência de Tecnologia e Inovação Tecnológica, de forma relevante e articulada com a atuação de Núcleos de Inovação Tecnológica das organizações.

“A pós-graduação é realizada de forma integrada, reunindo Pontos Focais (que são as instituições de ensino superior, responsável pela disciplina acadêmica do discente e pela emissão do diploma de Mestre) e pelas Instituições Associadas (instituição colaboradora que integra a rede nacional Profnit e atua junto à universidade, podendo disponibilizar corpo docente permanente ou colaborador e ofecer auxilio no fomento à infraestrutura)”, enfatizou o superintendente da Fadex.

O coordenador do mestrado acrescentou que o ponto focal UFPI foi uma construção envolvendo ainda a Universidade Estadual do Piauí (Uespi) e o Instituto Federal do Piauí (IFPI), com quadro docente com vasta experiência nos campos da inovação e do empreendedorismo. “O mestrado profissional é um ganho para a UFPI, Uespi e o IFPI, e também para a Fadex, que cumpre seu papel social de fomento ao ensino e à inovação”, finalizou.

QUADROS DE PROFESSORES DO PROFNIT UFPI

Lívio César Cunha Nunes

Maria Rita de Morais Chaves Santos

Regilda Saraiva dos Reis Moreira

Luis Cláudio Demes da Mata Sousa

Ney Paranaguá de Carvalho

Robson Alves da Silva

Carlos Giovanni Nunes de Carvalho

Thiago Carvalho de Sousa

Helano Diógenes Pinheiro

Eliciana Selvina Ferreira Mendes Vieira

Marcus Vinicius Dantas Linhares

Vanessa Nunes de Sousa Alencar

Firmino José Vieira Barbosa

Ricardo Vernieri de Alencar

José Ribamar Martins Bringel Filho

Share on Facebook0